Oi, oi, oi ♫ ( a que pena, a novela acabou ! )

     Hoje nesse dia quente, odeio calor, vou falar um pouquinho sobre as nossas queridas famosas que adoram causar com seus looks e maquiagens extravagantes. Não é novidade para ninguém que isso é uma maneira que acharam para chamar atenção e também não é novidade que isso da certo. Você gostando ou não, achando feio ou bonito, isso chama atenção e é claro que isso da muito ibope. Por isso, vou mostrar alguns looks polêmicos e que deram o que falar.

     Uma das primeiras celebs a ousar nas roupas foi Lady Gaga, quem não lembra do look polêmico feito de carne?

Imagem

 

     Ela apareceu assim durante a entrega do MTV Video Music Awards, não foi informado se a carne era real ou sintético. Lady Gaga explicou que a roupa não é ofensa, mas um modo de chamar a atenção para questões como o preconceito, por exemplo. Se não defendermos o que acreditamos e não lutarmos pelos nossos direitos, logo teremos tantos direitos quando a carne que cobre nossos ossos. Eu não sou um pedaço de carne” . Bom, não sei o que dizer, mas que ela causou, ela causou meeesmo. 

     Outra famosa que ousou foi Kate Hudson com esse look:

Imagem

 

     Claro que não causou tanto quanto Lady Gaga, mas a loira apareceu assim na première de The Reluctant que aconteceu na Itália. O modelo tem recortes e transparências, ou seja, deixou todas as suas curvas a mostra porque o look não poderia ser usado com lingerie.

     Em 2011 Toni Braxton rendeu muitas críticas com esse look:

Imagem

 

     Ela apareceu desse jeito para ir ao Grammy em 2011, a roupa deixou quase todo o seu corpo a mostra :O

     Claro que tem mais, a top Izabel Goulart também causou com essa roupa:

Imagem

 

     Ela rendeu muitas, mas muitas críticas de pessoas dizendo que ela abusou, mas outras gostaram falando que ela tem um corpo que suporta tudo isso.

     Quem mais ousou? Micaela Schaefer com esse look:

Imagem

 

     Ela apareceu assim, com esse look exagerado (KK) na première de Men In Black 3, em Berlim.

     Uma das celebs que mais causou mesmo, foi Melody Thornton com esse look ainda mais exagerado.

Imagem

 

     Ela apareceu assim no Elle Women In Music Event, não há dúvidas que esse look foi um dos que deu mais o que falar.

    A verdade é que há como ousar, mas sem exageros. Toda mulher quer parecer sexy, bonita e quer se desejada, mas antes de mergulhar de cabeça nessas tendências o melhor é pesquisar antes, ver matérias e outras coisas sobre o assunto, porque escolhendo o look errado você pode deixar de passar a imagem de mulher sexy e passar a imagem de mulher vulgar.

     Espero que tenham gostado do post, beeeeeeijos !

Anúncios

Olá de volta!

‘ Oi gente, eu sei que fiquei bastante tempo sem postar nada aqui, na verdade nem sei se alguém sentiu falta, mas mesmo assim eu peço mil desculpas. Acontece que esses dias eu fiquei de cama sem conseguir fazer nada, ficava o dia inteiro passando mal, não conseguia comer direito, com uma sonolência que não saia de mim, ou seja, nem levantava da cama direito.
Fiquei realmente muito mal por ficar longe daqui, pois esse blog significa muito pra mim, e por isso prometo que ao menos que aconteça uma coisa muuuuuuuito séria eu não ficarei longe um dia sequer do blog.
É muito bom estar de volta e nada melhor que uma musiquinha dar as boas-vindas de volta !

Estilo Vintage

     Oi, oi gente (:

     Hoje nesse dia, não sei muito bem como está o dia hoje, o tempo em minha cidade está meio louco, mas hoje vou falar um pouquinho pra vocês de um estilo que indiscutivelmente eu amo muito, de verdade! Já falei pra vocês que minhas roupas tem uma pegada mais rocker, um pouco por influencia das musicas que escuto, mas um estilo que eu me inspiro muito é o estilo Vintage,   um estilo de vida e moda retrógrada, uma recuperação de estilos das décadas de 1920, 1930, 1940, 1950 e 1960. Alguns estilistas atribuem ao retorno das modas setentistas, oitentistas e noventistas um certo teor “vintage”, mas, por serem relativamente recentes, o termo não é devidamente atribuído a estas décadas. O resgate da moda pin-up é um exemplo de “moda vintage”. Roupas com tecidos propositalmente “desgastados” também são chamados vintage, justamente por ter uma aparência de usado, antigo, de outra época. Mas também sendo usada em outras épocas. ( Via – Wikipédia ). O que importa é que eu me inspiro e você também pode se inspirar, por isso mesmo vou postar algumas fotos de algumas roupas inspiradas nesse estilo, facinho de copiar !

Imagem

Imagem

Imagem

Famosas que usam: Estilo Vintage

     No mundo das famosas o estilo vintage é muito usado já que dá uma cara nova ao look atual, uma coisa mais feminina ou apenas uma marca registrada. 

Imagem

 

     Alexa Chung tem um estilo vintage todo lindo .

Imagem

 

     Reese Witherspoon usa e abusa do estilo vintage em eventos.

Imagem

 

     Emma Watson também aposta em looks vintage para premiações e também no dia a dia.

Imagem

     Não é novidade para ninguém que Taylor Swift é toda vintage, roupas, cabelo e até influencias na musica. 

Imagem

     Outra que aposta, e acerta  no estilo vintage é Zooey Deschanel.

O estilo vintage no cabelo 

Imagem

Estilo vintage no make

Imagem

 

     Espero que tenham gostado e que se inspirem muito, sem medo de errar, é fácil: só procurar o que tem mais a ver com você. Beeeeeeijos !

 

Nova coleção Capricho para C&A

     Hi (:

     Vim avisar que sim, já podem surtar! A nova coleção da Capricho para a C&A chega nas lojas dia 18/10, ou seja, nessa quinta-feira. A coleção está incrível e mais linda do que nunca, sem falar que os estilos são tantos que é im-pos-sí-vel não arrumar alguma peça que é a sua cara. Bora conferir algumas?

     Vestidos pra se apaixonar!

Imagem

 

     Camisetas fofas de todos os estilos !Imagem

     As saias lindas para babar muuuuito!

Imagem

 

     Calças e Shorts do dia a dia !

Imagem

      Só com esses exemplos já deu pra perceber que a coleção tem tudo pra bombar, não perca tempo e corra logo atrás da sua. Lembrando que as peças estarão disponíveis a partir do dia 18, e também vale visitar o site da Capricho para saber de novas informações.

     Beeeeeeijos !

Você já sentiu medo?

     Acho que é típico do ser humano sentir medo. Medo do desconhecido, medo do que conhecemos, medo de nós mesmos.

Um dia ela chegou e me disse: – Tenho medo e você? Eu queria fazer com que ela não tivesse medo, que ela confiasse nela mesma, porque eu confiava, eu acreditava nela. Mas ela tinha medo de tudo, medo de fazer as coisas que gosta, medo de se expor e passar por ridícula, medo de fazer algo errado, medo de que não gostassem dela, medo de que não soubesse fazer algo que todos os outros sabiam. medo de ser rejeitada, de ser excluída, de não se encaixar .  .  . Medo de agarrar as coisas porque a qualquer momento essas coisas simplesmente acabariam, e o que ela iria fazer depois? E quando todas as pessoas que ela se apegou fossem embora? Ela mergulharia na escuridão de novo, e ela sabia disso, ela sabia que no exato momento em que os raios de sol fossem embora ela mergulharia no fundo do poço de novo. E como uma pessoa pode viver sem a luz? Sem a claridade? Sem os raios para se esquentar?

Ela acreditava que, ela não poderia ficar sozinha porque ela não era nada sem ninguém, que ela nunca conseguiria sozinha, que sem luz não havia vida e o pior, ela acreditava que nunca seria boa o suficiente para a sociedade, para os amigos, os colegas, os professores, os familiares. Como ela poderia confiar em si mesma se as pessoas de quem ela mais precisava viravam as costas para ela? Como ela poderia acreditar que podia tudo que quisesse, se quando ela se levantava para opinar era apedrejada? Como ela se acharia capaz de algo se tudo que sabiam fazer era diminuí-la?

Isso doía, eu sei o quanto doía e ela se sentia tão impotente, tão fraca, tão pouco . . . Desesperadamente ela arrumou um jeito de se sentir melhor quanto a isso. Ela criou seu mundo onde a tristeza, solidão e dor faziam parte das regras, onde a impotência que sentia em seu peito era o que a prendia ali, mas ela não queria sair, ela não quer. Ela ficou surpresa ao ver que existiam outras pessoas lá, compartilhando as mesmas sensações, sim . . . aquelas sensações que a acompanhavam para onde quer que elas fossem.

Era tão injusto! Mas ela se acostumou .  .  . por um tempo.

Quando ela menos esperava o incomodo voltou, a dor, a tristeza, aquelas sensações e mais que depressa ela tinha que arrumar um jeito de conseguir sair daquilo, porque ela não aguentaria mais, seu corpo não aguentava mais, a sua alma já estava tão estilhaçada que se aquilo voltasse ela se acabaria de vez. O único modo era achar uma maneira de cobrir aquela dor com outra dor, com uma dor mais forte.

Só uma dor mais forte é capaz de acabar com outra.

E se sentindo culpada e tão fraca, ela achou a dor que acabaria com a anterior, se surpreendeu ao perceber que era mais fácil do que pensava, era tão fácil, tão simples. Ela tinha que realmente sentir aquela dor, na pele, no corpo, no coração, na alma. E ela conseguiu.

Hoje ela vive assim, com essa dor enterrada em seu peito, mas a máscara dela é perfeita, ninguém .  .  . nem mesmo os mais íntimos, aqueles que juravam que a conheciam melhor do que todos os outros, aqueles que diziam que sabiam o que estava acontecendo com ela só de olhar. Eles mentiram, todos eles mentiram e mentem ainda hoje. Ela parece tão bem, sorri, brinca, faz tudo que qualquer outra garota de sua idade faz, mas ninguém sabe que quando o dia acaba, o céu escurece e ela vai pra casa, a dor está lá a esperando e ela se afunda nela novamente. Sem nenhuma mínima vontade de sair, ela pertence a escuridão agora.

Caveiras na Moda

     Oi , oi , oi ♫

     Tudo bem gente? Hoje, nesse dia frio e chuvoso (aqui na minha cidade) vou falar sobre a moda de caveiras. Esse símbolo costumava ser usado por metaleiros, rockeiros, emos e tudo mais, ou por símbolo de piratas, pra botar medo na pessoas, ou seja, a caveira era sim usadas, mas não como agora em roupas e acessórios.

     As caveiras realmente invadiram o mundo da moda e e adorei. Eu, particularmente, sempre gostei muito de caveiras, por influência das bandas que escuto e também pelo significado delas no rock. Não sei se vocês sabem, mas a caveira no rock não significa nada relacionado ao satanismo nem nada disso, exceto para as pessoas que realmente fazem essas coisas. Mas na verdades usamos as caveiras porque vivemos em uma sociedade em que as pessoas são rotuladas, seja por classe social, raça, opção sexual ou qualquer outro motivo e a caveira é algo que quando vemos não sabemos se a pessoa foi negra ou branca, se foi rica ou pobre, se era burro ou inteligente, se seguia esses padrões ridículos de beleza que a sociedade impõe, não há como saber. Então a caveira não é nada mais que o protesto contra o racismo.

     Não sei se estilistas usam esse significado para as roupas que criam com caveiras ou não, o que realmente importa é que as roupas e acessórios com essa estampa está cada vez mais incrível e por isso que vou mostrar algumas coisas para vocês.

     -Abbey Dawn

     A grife de Avril Lavigne arrasou muito na Semana de Moda de Nova York. Já faz um ou dois meses, mas eu não poderia deixar de mostrar algumas fotos. A Avril já tem todo um estilo rocker e ela enfatizou ainda mais esse estilo nas roupas de sua grife. Impossível não se apaixonar!

Imagem

 

     Avril usou as caveiras de vários tipos, grandes, pequenas e até na transparência do vestido.

Imagem

 

     -Alexandre Herchcovitch

     As caveiras já são marcas registradas nas coleções de Herchcovitch e não poderia faltar nesse post.

Imagem

 

 

     -Caveiras nos pés

     Engana-se quem pensa que as caveiras estão presentes somente em roupas, elas tem aparecido cada vez mais nos calçados de várias grifes famosas ou não.

Imagem

 

     A caveira também está muito presente nos acessórios, principalmente em anéis, colares e echarpes.

Imagem

 

     Espero que tenham gostado e se inspirem, beeeijos !

 

 

Já ouviu falar de Kina Grannis?

Hi (:
Eu sei, talvez os posts estejam muito repetitivos falando sempre de músicas, vídeos e tudo mais. Mas eu queria compartilhar com vocês um pouquinho sobre uma cantora metade japonesa e metade Europeia americana. Um pouco confuso? É eu sei. Mas o talento dela é maravilhoso, mas infelizmente não é muito conhecida, não no Brasil pelo menos.
Kina cresceu em Mission Viejo , Califórnia, e foi aqui onde o seu amor pela música começou. Na escola primária, ela compôs e apresentou composições de piano para concursos de arte do distrito. Logo depois, ela começou a tocar violino, instrumento que ela iria jogar durante todo o colegial. Aos 15 anos, ela começou a ensinar-se a guitarra e foi este instrumento com o qual ela se apaixonou. Ela participou de alguns programas e concursos e me apaixonei pela música dela. A voz é suave, a melodia super aconchegante.
Espero que gostem!

Cover da Semana

Para ninguém dizer que não ouço musicas nacionais e nem vejo covers nacionais vou postar um vídeo de uma menina que eu super admiro. A voz dela é bem calma, canta em um tom super baixinho e deu cara nova a musica “Vagalumes – Pollo”. Espero que gostem e não deixem de ver outros covers da Mariana Nolasco no Youtube.
Beeijos !